VERDADE, SINCERIDADE e HONESTIDADE – valores que definem a qualidade das relações humanas e perpetuação de nossa espécie

Método Barrett - Consultoria credenciada pra projetos de Cultura de Valores OrganizacionaisArtigo de Vânia Faria 

Outro dia, antes de iniciar um processo de meditação, eu estava em um impasse sobre algo que precisaria decidir até o dia seguinte e então lembrei  de uma frase dita por um mestre espiritual há quase 2.000 anos (Jesus Cristo), que dizia: – “A verdade vos libertará”.

 Então naquela hora eu fiz uma prece declarando mais ou menos o seguinte: – Que a verdade que existe dentro de mim aflore para o meu consciente e que me ajude nesta tomada de decisão. – Que a verdade seja a fonte de inspiração para  que eu possa seguir em frente no dia de amanhã.

E então iniciei o meu processo de meditação, silenciando a mente, concentrada apenas no vazio e em minha respiração. Depois de 30 minutos retomei à minha rotina e tentei ficar o mais “presente” possível para ouvir e perceber todas as informações que fossem me chegando sincronisticamente, para então juntar as informações e tomar a tal decisão.

Milagrosamente as coisas foram acontecendo. Mensagens surgiram no facebook sinalizando novos caminhos, pessoas vieram falar comigo à respeito de algo que eu ainda não havia pensado, o telefone tocou e era alguém trazendo a informação final que eu precisava para tomar a decisão com o coração calmo, sentindo serenidade e alegria dentro de mim.

Então no dia seguinte tive a certeza de que a escolha que fiz estava totalmente alinhada com a “minha verdade”.  O fato é que tomei a decisão mais alinhada com o que meu coração pedia. Os resultados ainda não chegaram, mas estou tranquila e confiante.

E foi este episódio de minha vida que me fez refletir sobre 3 palavras que a principio parecem bem semelhantes, e são palavras que definem 3 valores humanos de extrema importância.

Bem, do ponto de vista conceitual estes valores – VERDADE, SINCERIDADE E HONESTIDADE – são muito diferentes, e cada um possui um referencial e profundidade específica para se analisar. Então hoje, a proposta é analisar as nuances de cada uma destas palavras (ou valores humanos).

VERDADE

E como descrever o valor “Verdade”?

 Ele é um valor individual – no modelo de classificação de valores humanos do Barrett Values Centre – e está relacionado à percepção que cada pessoa tem com relação as coisas ou fatos da vida. As experiências vividas, a percepção de mundo, as características de personalidade fazem com que cada um modele a “própria verdade”, sobre um determinado assunto e perspectiva de vida.

 A verdade é mesmo individual… Veja só, isto que você está lendo neste exato momento, nada mais é do que a “minha verdade” sobre este valor humano. Você está totalmente liberado para concordar, concordar parcialmente ou discordar… afinal, cada um tem a própria verdade e não se pode discutir.  

SINCERIDADE

Já a “sinceridade” é tratada pelo modelo de classificação de valores humanos do Barrett Values Centre como um “valor social”. Se uma pessoa é sincera não necessariamente está sendo ética ou utilizando a consciência sistêmica coletiva. A sinceridade é pessoal, porém afeta o coletivo, positivamente ou negativamente… depende do contexto e intenção.

Ser sincero requer coragem e integridade. Muitas vezes ser sincero pode ferir a imagem que as pessoas criam umas das outras. Muitas vezes ser sincero fere regras sociais e de convivências. E às vezes ser sincero pode ofender ou desapontar pessoas de um modo geral, em função das expectativas que os seres humanos são mestres em criar com relação aos outros.

E a falta de sinceridade? O que ela pode causar nas relações?

Num mundo aberto, onde nossas vidas estão expostas e escancaradas de todas as maneiras – redes sociais, Google, meios de comunicação buscando notícias intermitantemente, informações fiscais e  cpf  interligados a todos os sistemas – em fim, não se mantém mais as máscaras e falsidade por muito tempo. Está tudo muito aberto. Hoje ser sincero é um requisito para ter paz e poder viver integro. Tudo o que fazemos hoje afeta a nós e aos sistemas que nos rodeiam (sistemas sociais e de informações).

Ser sincero hoje não é mais uma opção. É obrigação. Neste caso eu não posso lhe dar escolhas. Não posso lhe dar as opções apresentadas no valor “verdade”, que eram (concordar, concordar parcialmente ou discordar). Sinceridade é um atributo que deve ser incorporado aos gens de todos os seres humanos na era em que vivemos, pois se não, não haverá sobrevivência.

HONESTIDADE

E Honestidade, como classificá-la?

Pergunto: Você é honesto?  Sim (   ) – Não (   ) – Às vezes (   )

Alguém gosta de ser classificado como desonesto?

Eu penso que não. Honestidade é algo mais intrínseco, profundo, está ligado ao caráter, ao conjunto de valores e crenças que vamos adquirindo ao longo da vida.

Vida de valores, valores humanos, valores organizacionais
Valor honestidade é universal – passado de pais para filhos em qualquer lugar do planeta

Para o Barrett Values Centre, o valor honestidade está classificado no nível mais elevado da escala dos 7 níveis de consciência. Valor de nível 7 – SERVIÇO À HUMANIDADE E AO PLANETA. A sua amplitude é maior do que social. Ser honesto é uma forma de perpetuar a raça humana. Com as atitudes individuais – fazer com que o bem sempre vença o mal. Que cada ser humano faça a sua parte para preservar a espécie e deixar um local melhor para as futuras gerações.

Cabe lembrar que as sociedades antigas que foram consideradas “desonestas” foram aniquiladas por elas mesmas. Em um ambiente desonesto, os comportamentos humanos vão se deteriorando e transformando o bem em mal, e onde não há luz não há vida.

Mas voltando ao valor elevado “Honestidade”. Ser honesto requer incorporar a verdade pessoal e analisar as atitudes e tomadas de decisão para ver se podem ser melhoradas/aperfeiçoadas. Requer ser sincero nas atitudes; congruente nos pensamentos, sentimentos e ação; e assumir uma postura honesta perante a vida, a sociedade e nosso planeta. Estar conectado com algo maior, e com um senso ético, e de justiça, de humanidade, e de amor ao próximo.

Ser honesto requer pensar e atuar de forma a gerar melhorias e igualdade para todo o sistema que nos cerca. Ser honesto é colocar-se à disposição das necessidades individuais, mas, sobretudo à disposição das necessidades que preservarão a nossa espécie humana.

E me despeço hoje com uma prece:  

  • Que eu possa estar presente todos os dias de minha vida e consciente da minha minha verdade;
  • Para ter clareza e lucidez como forma de demonstrar a sinceridade através de minhas palavras e de meus atos;
  • Para que honestamente, cada vez mais, eu seja ética, justa e honesta com meus irmãos humanos, estes, que assim como eu, estão caminhando em busca da aprendizagem diária;
  • Para que, ao encerrar a minha jornada diária, eu tenha a certeza de que fiz o melhor para mim e contribuí para que a humanidade continue evoluindo em valores humanos e se tornando mais consciente.  

 Comentários, complementos e sugestões serão muito bem-vindos!

___________________________________________________________________________

Referência: Na escala de valores humanos do “Barrett Values Centre” – organização internacional que atua consultivamente e certifica consultores mundo afora para trabalhar com “Valores Organizacionais” – verdade e sinceridade estão classificados no nível 5 de consciência e honestidade está classificado como nível 7 de consciência.  Para mais informações sobre este método:

Ver artigo: Espiritualidade nas empresas – mitos e verdade sobre este tema

Vídeo: a Metodologia e os 7 níves de consciência – Método Barrett

vaniafariaeh - Vânia Faria - Coach, consultora e sócia da Evolução Humana ConsultoriaSobre Vânia Faria : é consultora em desenvolvimento humano e organizacional, com mais de 20 anos vivenciando  projetos nesta área. Possui larga experiência em projetos de Cultura Organizacional orientados para Valores, coaching de executivos e de carreira, focado em competências, missão, visão e valores pessoais. Co-autora do Livro “A World Book of Values” e editora principal para a versão brasileira. É formada pelo Barrett Values Centre e também  atua como diretora executiva da Evolução Humana Consultoria.
Share the Post:

Posts relacionados

Mulher ao centro meditando e outras duas pessoas irritadas passando tarefas

Valores limitantes provocam entropia nas empresas

Valores limitantes, como medo do fracasso e resistência à mudança, provocam “entropia cultural”, desencadeando disfunção e desperdício de energia nas organizações. Sinais de entropia incluem falhas de comunicação e baixa produtividade. Para combatê-la, é vital simplificar processos, promover comunicação assertiva, garantir igualdade e fomentar integração. A Evolução Humana Consultoria é especialista em fortalecer culturas organizacionais para combater tais desafios.

Read More