AS FERRAMENTAS PESSOAIS QUE FAZEM DE VOCÊ UM SER ÚNICO – VOCÊ AS CONHECE? – categoria: Carreira e Profissão

Neste artigo, "Vânia Faria" explora questões dos talentos humanos que muita vezes são difíceis de serem identificados. E você, já conhece seus talentos únicos? Se ainda não os conhece, oferecemos aqui algumas questões que podem ajudá-lo a descobrir quais são as suas ferramentas pessoais que fazem de você um talento, único, autêntico, reconhecido e admirado pelas pessoas que estão no seu convívio. Uma existência plena requer autoconhecimento e aperfeiçoamento contínuo dessas habilidades. Vale conferir os resultados.

Artigo de Vânia Faria

Hoje vou falar sobre competências, porém não as organizacionais, e sim sobre as competências pessoais. Aquelas que você recebeu no momento em que sua mãe lhe deu a luz e estão aí com você até hoje.

Os astrólogos dizem que o céu do momento do nascimento registrou que tipo de habilidades foram adquiridas por você. A origem de como você nasceu como você é, na verdade, é o que menos importa. O que é certo é que estas habilidades o fizeram um ser diferente, único, apropriado às experiências que precisará viver para evoluir enquanto ser humano e enquanto espírito.

Veja quanta coisa única você tem: os olhos, as digitais, a voz, as feições faciais, o código genético, o jeito de andar, o jeito de falar, o jeito de pensar, de se expressar, enfim, poderia escrever aqui duas páginas inteiras, com as coisas únicas que você possui, e que o fizeram único, exclusivo, diferente, especial…

Penso que assim como todas essas características diferentes, você também tem um conjunto de ferramentas comportamentais pessoais que fazem de você um talento inigualável, e que ao conhecê-las e aprender a utilizá-las positivamente, você naturalmente será visto como um talento para alguma coisa (ou algumas coisas).

E quantas pessoas passam a vida sem saber disto,  que existem ferramentas poderosas dentro delas, não conseguem perceber que essas características estão dentro de si,  e portanto, passam toda a vida tentando copiar os outros?

Não é pra copiar. Eu penso… É pra ser você mesmo! É pra liberar a autenticidade que existe em você. É pra usar isto para se realizar pessoalmente e também para ter seu papel e contribuição no mundo, fazendo aquilo que você sabe fazer naturalmente, sem esforço. E não precisou de professor. Talvez no máximo um facilitador, um terapeuta ou coach… para ajudá-lo a puxar esses dons que estão aí dentro de si.

O autoconhecimento é um processo que deve ser cultivado para que cada vez mais você acesse essa luz que está em você e a libere para uma vida de significado.

Como consultora de desenvolvimento humano atuando há anos na área, fico muito preocupada quando visito uma empresa que tem uma “cultura de pasteurização humana”. O que é isso? – Aquela empresa que quer que todos os seus colaboradores sejam iguais, nivelados em competências comportamentais, de liderança, além das técnicas exigidas para a função. E a autenticidade, onde fica neste cenário?

Os colaboradores de uma empresa devem ter valores alinhados com a organização. Disso sim sou muito a favor. Porém, devem manter a essência pessoal viva.

Bill George, escritor, consultor e professor da Harvard Business School, muito admirado mundo afora, fala muito disto em suas obras. Os maiores líderes de toda a história humana foram autênticos. Fizeram aquilo que sabiam intimamente que tinham que fazer. Conheciam sua luz interior e não a perdia de vista. Seguiam sua fonte interior, e quando davam passos falsos, provavelmente é porque naquele momento haviam perdido a conexão/elo com esta fonte. Mas conseguiam retornar o caminho todas as vezes que se reconectavam. Bem, mas vamos a parte mais impotante:

Como conhecer minhas ferramentas únicas? O que é mais importante neste processo?

1. Conhecer seus sentimentos. Quando estiver fazendo alguma atividade e se perceber muito feliz, empolgado e motivado para aquela ação, você tem aí uma dica preciosa.

2. Busque em sua lembrança coisas que você gostava muito de fazer na sua infância e que continua gostando, e que de alguma forma moldou esse jeito de fazer para os dias atuais, adaptando à sua realidade no trabalho, em sua casa, nas relações com os amigos e pessoas do seu convívio mais próximo.

Vou dar um exemplo: Quando eu era criança adorava brincar dentro de carros. Imaginava que estava viajando, indo a lugares diferentes, conhecendo coisas diferentes e pessoas diferentes. Me arrumava,  pegava uma bolsa grande da minha mãe, entrava no carro e imaginava que estava indo para uma viagem inesperada. Como isso se adaptou à minha vida hoje? Todos os domingos fico excitada ao pensar que na segunda-feira começa uma nova aventura, um novo aprendizado. Estou sempre indo e vindo das empresas clientes, cada dia uma experiência diferente, cada dia uma cultura diferente. O cliente chama, pego meu carro e vou correndo (nem tanto…) atendê-lo e vivenciar aquele novo projeto, aquela nova entrega, aquele novo aprendizado. Todo mundo que me conhece fala que tenho muita energia e empolgação para atender clientes, com agilidade e alta mobilidade. Estas são algumas de minhas ferramentas e que aprendi a usá-las produtivamente a favor do meu trabalho e de minha missão de vida.

3. Terapia, coaching, participação em workshops de autoconhecimento – tudo isso pode ser muito bom para ajudar no processo e ajudá-lo a encontrar mais rapidamente estas ferramentas. Abertura para o mergulho interior também é essencial. Já vi muita gente fazer anos de coaching ou de terapia e continuar perdido, ou tentando imitar os outros.

4. Prestar atenção aos elogios que recebe. Se você recebe muitos elogios por algo que faz ou que está desenvolvendo, é um excelente sinal. Isso mostra que ali tem algo que deve ser pesquisado e aprofundado no autoconhecimento. E se ao receber um elogio você tiver um impulso para dizer: – … mas foi tão fácil fazer! Não fiz esforço algum! – Bingo!!! Aí existe um talento, ou ferramenta de luz que é sua. Cultive essa auto-investigação, que, certamente você vai encontrar dezenas de coisas que faz e que o resultado é parecido com este que descrevi.

5. Medite – a meditação é uma técnica que ajuda a limpar a mente, tranquiliza-la e levar você de volta a conexão interior. Quanto mais praticar, mais encontrará respostas para o caminho do seu eu interior.

6. E não desista facilmente. Até o último dia de vida estaremos aprendendo. A aprendizagem contínua é um valor que deve ser cultivado por todos os seres humanos. Isso fará com que você adquira mais conhecimento sobre coisas exteriores e interiores. Manterá sua mente refrigerada, ativa, e certamente os insigths para conhecer suas próprias ferramentas serão mais frequentes.

Cultivando essas práticas e outras tantas que você pode descobrir e que certamente também levarão a resultados importantes, logo mais você passará de uma existência pasteurizada para uma existência de satisfação e significado.

Boa caminhada e conexão com sua própria luz!

Sobre Vânia Faria é consultora em desenvolvimento Humano e Organizacional. Atua como coach de executivos e de carreira, realiza diagnósticos consultivos, gerencia/lidera projetos e é Diretora Executiva da Evolução Humana Consultoria.

Evolução Humana trabalha a favor da “Expansão da Consciência”.
Essa é nossa razão de existir!

Sobre a Evolução Humana Consultoria em Desenvolvimento Humano e Organizacional – Atuação em praticamente todos os serviços relacionados a Desenvolvimento Humano. “Criatividade e Inovação” é marca registrada do nosso trabalho. Foco do cliente, agilidade, qualidade, visão sistêmica são valores vividos e aplicados nos projetos de nossos clientes. Em treinamentos oferecemos: Mais de 100 temas disponíveis, nos formatos de Academia de Liderança, Cursos, Workshops, Oficinas de Aprendizagem e Palestras, principalmente em formato in company. Atuamos também nas áreas de: Cultura Organizacional e Transformação Cultural por Valores; Coaching; Talent Management; Seleção e Formação de Estagiários e Trainees;  Consultoria em Processos de Desenvolvimento Organizacional; e Remuneração. Levamos nossos serviços para todo o território nacional e países da América Latina. Somos uma equipe multidisciplinar, formada por mais de 40 consultores de nível sênior.
Share the Post:

Posts relacionados

Mulher ao centro meditando e outras duas pessoas irritadas passando tarefas

Valores limitantes provocam entropia nas empresas

Valores limitantes, como medo do fracasso e resistência à mudança, provocam “entropia cultural”, desencadeando disfunção e desperdício de energia nas organizações. Sinais de entropia incluem falhas de comunicação e baixa produtividade. Para combatê-la, é vital simplificar processos, promover comunicação assertiva, garantir igualdade e fomentar integração. A Evolução Humana Consultoria é especialista em fortalecer culturas organizacionais para combater tais desafios.

Read More